setembro 11, 2009

SALA DE RECURSOS
DEFINIÇÃO: “A Sala de Recursos é uma alternativa de atendimento a educando portadores de Necessidades Educativas Especiais (NEE) que freqüentam a classe regular e recebem atendimento complementar em local especial, com professor especializado, material e recursos pedagógicos adequados.” (MEC/SEESPE, 1994) OBJETIVOS GERAIS: · Inovar o processo educacional pelo alargamento de oportunidades integrativas a serem oferecidas ao educando portador de necessidades especiais, no ensino regular; · Acompanhar e promover a melhoria do processo ensino/aprendizagem do educando com NEE integrado nas séries comuns da rede regular de ensino, estimulando-o na conquista de sua autonomia. ESPECÍFICOS:· Propiciar situações de aprendizagem que busquem sanar ou minimizar as dificuldades do educando com NEE, na consecução dos objetivos da classe comum;· Atender as necessidades específicas do educando portador de NEE, atuando em nível de pequenos grupos ou por meio de planos educacionais individualizados;· Integrar professores, pais e demais alunos da Escola no processo educacional do educando com NEE.ALUNADO:Para efeito de atendimento educacional na Sala de Recursos, serão considerados educando com Necessidades Educativas Especiais: “os educando com desempenho intelectual significativamente abaixo da média que se origina durante o período de desenvolvimento e se caracteriza pela inadequação no comportamento adaptativo (aprendizagem e socialização), necessitando de métodos e recursos didáticos especiais para sua educação”.

ENCAMINHAMENTO: Decorre de parecer pedagógico realizado pelo professor da classe comum, professor especializado, com acompanhamento do supervisor escolar, orientador educacional e, quando necessário, por equipe interdisciplinar. ATENDIMENTO:Deverá ser individualizado ou em pequenos grupos de, no máximo, quatro (4) educando, dependendo do nível de desempenho, necessidades e relacionamento dos mesmos.O cronograma de atendimento variará de acordo com as necessidades e condições de cada aluno.Considera-se Sala de Recursos uma forma alternativa de atendimento ao aluno portador de Necessidades Educativas Especiais para que ele possa engajar-se no processo de ensino comum. O cronograma de atendimento variará de acordo com as condições e necessidades de cada educando. O educando freqüentará a Sala de Recursos durante o tempo que for necessário, devendo ser seguido programa elaborado de acordo com suas necessidades com avaliações periódicas, acompanhadas pelo supervisor escolar e orientador educacional. Os conteúdos desenvolvidos serão de acordo com o ano e as necessidades específicas do educando com NEE , procurando propiciar situações de aprendizagem que busquem sanar ou minimizar as dificuldades do educando com NEE, na consecução dos objetivos da classe comum, desenvolvendo habilidades como:Vocabulário, linguagem, pensamento, fluência verbal; Percepção visual;Atenção, memória, concentração;Raciocínio lógico;Criatividade, curiosidade, exploração;Reconhecimento de cores e tamanhos;Alfabetização;Reconhecimento de letras, sílabas...Ortografia;Interpretação de textos;Compreensão da leitura;Percepção auditiva;Coordenação motora motricidade;Quantidades;Sistema de numeração e raciocínio lógico matemático;Operações (adição, subtração, multiplicação, divisão);Conjuntos;Sociabilidade, regras e limites;Organização espacial;Classificação, ordenação;Associação de quantidades;Associação de idéias;Percepção de espaço;Coordenação viso-motor;Coordenação figura - fundo;Percepção de figura - fundo, semelhanças e diferenças;Relação número/quantidade;Percepção corporal;Auto-conhecimento e relacionamento social;Leitura e escrita.
Essas habilidades serão desenvolvidas através de jogos pedagógicos e/ou outros recursos disponíveis, com a intenção específica de provocar uma aprendizagem significativa, estimulando a construção de um novo conhecimento e, principalmente, ajudando o aluno nos fenômenos sociais e culturais.
Coordenação de Educação Especial

setembro 10, 2009


EDUCAÇÃO ESPECIAL RESENDE

"A alma dos diferentes é feita de uma luz além. Sua estrela tem moradas deslumbrantes que eles guardam para os poucos capazes de os sentir e entender. Nessas moradas estão tesouros da ternura humana dos quais só os diferentes são capazes. Não mexa com o amor de um diferente. A menos que você seja suficientemente forte para suportá-lo depois".
Arthur da Távola

Um Novo olhar para inclusão

A diversidade está presente nas nossas vidas a partir do momento do nosso nascimento. Nunca vimos o rosto de nossos pais, mesmo assim a partir do momento que nos sentimos aceitos e amados neste novo mundo pós-uterino ficamos mais aptos para enfrentarmos a nova realidade, um mundo a ser descoberto e construído.

Inclusão é uma palavra rica, que envolve compreensão, um novo olhar para o outro, e sobre tudo, um novo olhar para nós mesmos. Inclusão não significa assimilação, não há na inclusão uma perda de valores éticos , religiosos e culturais, pelo contrário, é um adicional ao legado dos nossos pais, é uma soma de culturas com total respeito à diversidade, é na verdade quando temos a chance de encararmos nossos valores e nossa moralidade de frente.

Existem pessoas com deficiências aparentes, sejam elas motoras, físicas ou mentais, estas deficiências estão expostas, as outras pessoas que não se enquadram neste quadro são aquelas com deficiências ocultas em maior ou menor grau. O convite para que venham participar da nossa festa pode ser feito agora, pois todos cabem neste contexto inclusivo de iguais diferentes.

Toda vida é sagrada e a inclusão é escolha pela vida, a aceitação de nós mesmos e precisamos estar presentes nesta celebração inclusiva, de convivência entre diferentes. A partir do momento que nos aceitamos como seres humanos, pessoas que vencem, que falham, que acertam que erram, que também convivem com suas próprias limitações, ficamos mais aptos a aceitar quem aparentemente não é como nós. Todos nós temos a centelha divina, somos todos abençoados,há sempre mais uma benção a ser dada e bênçãos são inclusivas. Mesmo que muitas vezes nos pareça difícil, pois são tantos

os nossos questionamentos, toda vida é uma dádiva , toda vida é um grande acontecimento.

A inclusão é a igualdade pela aceitação da diversidade, é o caminho da paz social e o caminho da paz no mundo, por mais difícil que esta idéia nos pareça. É o desenvolvimento de uma nova ordem, não é na verdade uma idéia radical, mas ,como já disse,uma escolha pela vida, onde os pais de homossexuais poderão conviver naturalmente com seus filhos, onde uma pessoa em cadeira de rodas terá acesso aos ambientes, pessoas com deficiência mental serão respeitadas, os cegos e surdos estarão integrados, enfim, a diversidade fará parte do nosso cotidiano.

Somos inclusivos, quando acreditamos que quem não pensa como nós e não tem a nossa crença é merecedor do mesmo respeito de que nós nos consideramos dignos,

Somos também inclusivos quando acreditamos que quem pensa como nós mas não tem exatamente a nossa aparência é merecedor deste mesmo respeito,

Somos também inclusivos quando acreditamos que aqueles que não tem a mesma opção sexual são também merecedores deste respeito. Estamos mais próximos da inclusão quando encaramos a velhice de frente, quando encaramos as doenças, quando encaramos nossa auto rejeição, nosso medo da morte..

Inclusão é amor, é abraçar a vida, é crença no divino, é fé no potencial humano, é igualdade, diversidade, é compartilhar, discordar, é respeito pela diferença, é o caminho da paz, a busca da plenitude, exercício de tolerância, diminuição brusca da violência, diversidade na sala de aula, riqueza na nossa vida.

Vamos começar nas nossas casas, na nossa comunidade e vamos sonhar juntos que este seja realmente o nosso sonho, o sonho de um mundo inclusivo, o sonho de um mundo melhor.

Iara


Minha lista de blogs

Seguidores